sexta-feira, 18 de março de 2011

FRASE DA SEMANA (03)

´´O quão ruim as coisas precisam ficar antes que você faça algo?´´ Michael Badrapik comentando a grande passividade das pessoas frente às violações de seus direitos no documentário Wake up Call.

quinta-feira, 17 de março de 2011

VERDADE CANTADA (05)

OUÇA, LEIA A TRADUÇÃO E REFLITA...

O triunfo dos nossos olhos cansados - A silver mont zion.

Irmãs e irmãos,
Temos certeza que perdemos nosso caminho.
Em shoppings cheios de câncer, e uma chuva patética.
Mãe, doce mãe,
Por favor, não discipline as mãos.
Apenas me beije na parte da manhã, com sua calça suja.

Nós vamos encontrar nosso caminho.
Nós vamos encontrar nosso caminho.

Há beleza nesta terra, mas eu não costumo vê-la.
Há beleza nesta terra, mas muitas vezes eu não sinto isso. 

Pessoas são flores,
Os músicos são covardes!
Vamos discutir na cozinha,
Por horas e horas.
Amanhã é uma farsa
Amanhã deve ser nosso.
Os músicos são covardes! (8x)

Os soldados com seus especialistas,
E os porcos, com suas armas não podem parar.
Os perdidos, os desesperados e os dirigidos.
Os soldados com seus cigarros,
E os porcos, com suas armas não podem parar.
Os solitários, os desesperados e os mais espertos.

Então vamos lá, amigos,
Para as barricadas novamente (4x)

Nós vamos encontrar nosso caminho,
Nós vamos encontrar nosso caminho.

segunda-feira, 14 de março de 2011

VALE À PENA LER (06):

Pode parecer que as probabilidades estão contra nós, mas isso é uma mera ilusão. Grandes esforços foram feitos para nos suprimir e para sufocar nosso verdadeiro poder e nosso verdadeiro potencial. Nós fomos condicionados a um estado de apatia, distração, medo e ignorância perpétuas. O mais importante, porém, é que nós fomos divididos.
A opressão de tantos levada a efeito por tão poucos só foi possível porque nós fomos manipulados para lutar entre nós mesmos, em razão de diferenças banais como raça, sexo, idade e religião, para nos fazer igonorar o fato de que estamos todos no mesmo barco – um barco que está continuamente afundando, e continuará afundando cada vez mais depressa até que nós abandonemos nossas insignificantes diferenças e preconceitos em relação a cada um, percebamos que nós todos temos um mesmo inimigo e comecemos a trabalhar juntos para reaver a responsabilidade e o controle sobre nossas próprias vidas.
Perceba que o clima de paranóia e medo perpetuado pela mídia dominante, que faz com que viremos uns contra os outros, retrata cada pessoa como um potencial criminoso, um pedófilo ou um “terrorista”.
Já se tentaram aprovar no Congresso leis mais duras de combate ao terrorismo. E os tais “wikileaks”, muito recentes, divulgam supostos “medos” de terroristas, e nos fazem ter medo de sairmos de nossas próprias casas. Assim, temerosos, tornamo-nos dóceis e divididos.
Pare de entregar sua mente à mídia de massa. Pare de delegar sua responsabilidade ao governo. Infelizmente, nos níveis mais elevados, tanto a mídia quanto o governo estão tomados por corrupção e engano, e são grandes responsáveis por toda esta desordem em que nos encontramos.

Felizmente, milhões estão, agora, começando a acordar.
Nós precisamos começar a nos unir e a fazer tudo o que estiver a nosso alcance como uma coletividade para que muitos outros tomem conhecimento do que está havendo. Os métodos e a estrutura de manipulação só poderão ser eficientes se a maioria das pessoas continuar a ignorá-los. Mude isso e todo o sistema de manipulação e controle entrará em colapso.
Todos nós podemos fazer algo.
A princípio, muitos não ouvirão, mas à medida que as coisas piorarem e os métodos de controle se tornarem mais e mais flagrantes e desesperados, ficará cada vez mais difícil seguir ignorando o que está acontecendo, e a negação deixará de ser uma opção legítima.
Esse sistema que tenta escravizar-nos é mantido também pela cooperação das pessoas comuns. Tão logo nos recusemos a cooperar com nossa própria escravidão – de maneira ampla e não-violenta –, o sistema entrará em colapso como uma casa de cartas. É essencial que nos unamos e paremos de permitir que tão poucos comandem a vida de tantos. Individualmente nós podemos ser apanhados um a um, mas, em massa, somos extremamente poderosos e nossos manipuladores sabem disso.

Autor desconhecido.

A UNIÃO FAZ A FORÇA!

Por pior que sejam as circunstâncias, acredite, não se entregue; LUTE!

DEPOIS DO CARNAVAL É HORA DE REFLETIR:


DICA DO MEU GRANDE AMIGO THIAGO FELIPE DA SILVA

sexta-feira, 4 de março de 2011

VERDADE CANTADA (04)

ESTE DEVERIA SER O SAMBA DE MAIOR SUCESSO DO CARNAVAL...

BOM FERIADO PARA TODOS!!!

quarta-feira, 2 de março de 2011

FRASE DA SEMANA (02):

´´Quem acredita na mudança sabe que ela começa com uma interrogação.´´ Arthur Macedo em seu blog: www.mitoerazao.blogspot.com (clique, leia, acompanhe e siga - fica a dica).

terça-feira, 1 de março de 2011

A FICHA DA ´´PRESIDENTA´´:

Nesta terça, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, participou do programa matinal da apresentadora Ana Maria Braga. Durante o programa Dilma afirmou que ser presidente é como escalar o Everest todos os dias, tamanho o número de problemas a solucionar e de decisões a serem proferidas. Ora, será que ela pensou que ocuparia por 04 anos o maior mandato do Poder Executivo brasileiro e ficaria durante todo esse tempo de férias no Palácio da Alvorada?
Se pararmos para analisar a magnitude de um país como o Brasil, com uma extensão territorial de proporções continentais e com cento e noventa milhões de habitantes, em apenas uma fração de segundos nos daremos conta de que há muita complexidade e também muita responsabilidade sobre o cargo que hoje Dilma ocupa.
Já se foi, a muito, o tempo de alguém se lamentar sobre a eleição da nossa ilustre presidente; foi eleita e está devidamente empossada, ponto. No entanto, declarações como essa feita por Dilma abrem margem para os questionamentos que seguem: será que ela tinha noção das reais proporções que o cargo de Presidente da República representa quando se dispôs a ser candidata? Será que ela entende quão grande é a responsabilidade que adquiriu com esse cargo?
O que me parece é que a ficha começou a cair. Depois de tantas festas, comemorações e cerimônias é hora de trabalhar, é hora de fazer valer os votos que a elegeram, afinal, a maioria dos eleitores que compareceram às urnas no segundo turno das eleições depositou em Dilma as suas esperanças de um Brasil melhor; e a minoria, se ainda não o faz, deve fazer o mesmo. É hora de apoiar, de acreditar e de depositar nela as nossas esperanças; mas o povo nunca deve se esquecer de COBRAR.
Por hora, o melhor é crer que isso tudo é apenas um bom sinal de que a nossa ´´presidenta´´ está disposta a trabalhar, pois estranho seria analisar friamente as declarações da Dilma e ficar na dúvida sobre o que uma pessoa com um Everest de problemas para resolver todos os dias está fazendo ao passar a manhã inteira em um programa de grande audiência. Porque, se assim for feito, a única resposta plausível é que nossa companheira Dilma está simplesmente seguindo os passos do seu padrinho e antecessor, se preocupando mais com flashes do que com o grande Everest que acumula na sua mesa de trabalho.

Wantuil Júnior de Angelo Lima